Fork me on GitHub

Samuel Simões

Tmux sem tendinite no Mac OS

14/06/2014

Fui um feliz usuário do Tmux por algo em torno de 8 meses, no meu dia a dia preciso lidar com vários projetos em um mesmo dia e o conceito de sessões do Tmux é matador para manter a organização do ambiente de trabalho no terminal, agrupando console, editor de código, possíveis conexões SSH e todo tipo de coisa relacionado a um projeto em um espaço. Eu realmente recomendo você conhecer o Tmux, mas não vou me ater a ele neste post.

Como toda aplicação no terminal os comandos são executados a partir do teclado, os key bindings. No caso do Tmux você vai precisar executar dois comandos para quase todas as ações que você queira realizar, exemplo: trocar entre janelas/terminais, primeiro Ctrl + b e depois n ou b, ir para o dashboard de sessões, Ctrl + b e depois s e por aí vai.

Agora imagine a repetição destes comandos milhares de vezes por dia em um ritmo de trabalho acelerado. Tenso, né? Isso me causou uma tendinite no punho esquerdo, o justo punho que tinha que ficar executando o Ctrl+b incessantemente. Com isso me vi obrigado a abandonar o Tmux em favor do uso das abas normais do iTerm com o atalho menos estressante e padrão do Mac OS, o ⌘ + Shift + [ e ], o que de fato reduziu o estresse no meu punho esquerdo, porém me deixou sem o controle de sessões. :/

Felizmente, pesquisando formas de usar o Cmd (⌘) do Mac em key bindings do Tmux, eu achei um aplicativo muito interessante para a execução de macros com certos atalhos ou outras formas de ativação (digitar um texto por exemplo), o Keyboard Maestro.

Com o Keyboard Maestro a ideia foi escrever macros que são ativados por atalhos padronizados nas aplicações do Mac OS, como o ⌘ + Shift + [ para aba anterior, por exemplo, que envia para o iTerm, quando em foco, um Ctrl + b e depois um p, veja a imagem do macro:

O legal é que o Keyboard Maestro sobrescreve os atuais atalhos do aplicativo, o que foi particularmente útil em alguns macros que criei.

Dessa forma pude voltar a utilizar o Tmux no meu workflow sem problemas de estresse no punho. \o/

Você ainda pode fazer diversas outras coisas com o Keyboard Maestro que podem melhorar muito seu workflow, como por exemplo sanar a falta da busca especializada da barra de endereços como a do Chrome no Safari:

Ao digitar syou no Safari, ele insere, na barra de endereços, a URL de busca do YoutTube.

A parte ruim da brincadeira é que o Keyboard Maestro é pago, e bem pago, R$85. Ele tem um modo trial que ainda não encontrei quais são as limitações então você pode testar ele de boa.

Este post tem o "código aberto", caso encontre algo errado, desatualizado ou queira incorporar alguma coisa faça um pull request.

comments powered by Disqus

Samuel Simões ~ @samuelsimoes